Tornando-se carbono negativo: quais são as opções com uso de Inteligência Artificial?

A Microsoft anunciou que pretende se tornar carbono negativo até 2030. Além disso, a empresa disse que até 2050 planeja remover da atmosfera todo o carbono que emitiu desde sua fundação em 1975. Este é um compromisso significativo de uma empresa e ressalta o potencial das abordagens que usam emissões negativas ou remoção de dióxido de carbono para desempenhar um papel importante no cumprimento das metas climáticas internacionais.

Neutralidade de carbono, ou “net zero”, significa que qualquer CO₂ liberado na atmosfera pela atividade humana é equilibrado por uma quantidade equivalente sendo removida. Tornar-se carbono negativo exige que uma empresa, setor ou país remova mais CO₂ da atmosfera do que emite.

Cumprir esses ambiciosos objetivos climáticos internacionais exige que as emissões globais de CO2 caiam abaixo de zero na segunda metade deste século.

Pensando em atingir emissões negativas de CO₂

No Relatório Especial do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas sobre o aquecimento global, publicado no final de 2018, quase todas as vias analisadas pelos autores basearam-se, em certa medida, em abordagens de remoção de carbono para atingir emissões negativas líquidas após 2050.

Isso não significa, porém, que a remoção de carbono seja apenas uma solução de longo prazo: as tecnologias também podem desempenhar um papel importante a curto prazo nas transições de energia limpa.

Elas podem neutralizar ou compensar emissões que atualmente são tecnicamente desafiadoras ou proibitivamente caras para resolver. Isso inclui alguns processos industriais, como siderurgia e produção de cimento, e transporte de longa distância, como embarque e aviação.

É importante notar que as tecnologias de remoção de carbono não são uma alternativa para reduzir as emissões ou uma desculpa para ações retardadas. Mas podem fazer parte do portfólio de tecnologias e medidas necessárias em uma resposta abrangente às mudanças climáticas.

Existem várias maneiras de remover CO2 da atmosfera, muitas das quais se enquadram em três grandes categorias: (1) soluções baseadas na natureza, (2) medidas que visam melhorar os processos naturais e (3) soluções baseadas em tecnologia.

Como neutralizar suas emissões de CO₂ com Inteligência Artificial?

Neutralizar o carbono, não significa reduzir a velocidade de inovações ou a introdução de novas tecnologias. Mas sim, criar soluções compensatórias e eliminar o desperdício que se apresenta em diferentes formas.

Por exemplo, é possível com o uso de Inteligência Artificial programar uma linha de produção de forma a reduzir ao máximo as emissões diretas de gases do efeito estufa e, indiretamente, reduzir o uso de insumos nos fornecedores.

Outra opção é incentivar a mobilidade elétrica e suas rotas inteligentes feitas com Inteligência Artificial. Seja incentivando seus colaboradores a utilizarem veículos não poluentes, como bicicletas, patinetes e motos elétricas. Seja patrocinando infraestrutura nas cidades para que as pessoas possam utilizar esses veículos com mais intensidade. Assim, é possível que toda a redução de emissões de CO₂ geradas sejam contabilizadas nos Relatórios de Sustentabilidade das empresas.

Caso seja de seu interesse, venha conhecer a solução de mobilidade elétrica com uso de Inteligência Artificial da Infra Solar para reduzir as emissões de gases do efeito estufa e contabilizar pontos para sua organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *