Ford e a eletrificação dos veículos no Brasil.

Ao contrário do que muitos pensam, os veículos elétricos também possuem motor.

Os elétricos não utilizam combustíveis fósseis para gerar energia cinética, mas, sim, a energia elétrica armazenada em suas baterias. A queima do combustível fóssil, seja ele o gás natural, carvão mineral ou o petróleo, gera emissão de gás CO², o famoso gás responsável pela poluição da atmosfera e do meio ambiente.

Nos carros à combustão interna, esses gases são emitidos de forma constante, por meios dos escapamentos, enquanto seus motores estiverem ligados. Já os veículos elétricos, por não queimarem combustíveis fósseis, não emitem CO² e são considerados meios de transportes limpos ou sustentáveis para o meio ambiente quando utilizam energia fornecida por fontes energia limpa, como a energia solar.

Um carro à combustão tradicional, como o FORD KA 1.0, por exemplo, emite 92g de CO² por cada Km rodado. Esse número vai para 228g por km quando falamos do modelo topo de linha da Ranger que possui um motor diesel de 3.200cc. Portanto, a cada 1.000km rodados são emitidos 92kg e 228kg de CO² respectivamente por cada um dos veículos. Veja aqui a tabela de eficiência energética dos carros em 2020

Ao olhar para uma cidade em que milhares de veículos semelhantes a esses rodam todos os dias, conseguimos imaginar o “problemão” que estamos criando a longo prazo. Por isso, temos medidas globais como o acordo das ODS firmado pela ONU como compromisso entre países e grandes empresas para a redução desses gases e outras metas de desenvolvimento sustentável até 2030.

Tesla principal montadora de veículos elétricos do mundo

Não à toa, semana passada tivemos a notícia de que o Elon Musk se tornou a pessoa mais rica do mundo, possuindo um patrimônio de mais de R$1 trilhão, que dentre as suas empresas está a Tesla principal montadora de veículos elétricos do mundo.

Ele vem inovando há alguns anos nos segmentos de automóveis, energia e exploração espacial, dentre outros mercados que não estão tão evidentes ainda, enquanto escrevo este artigo. A verdade é que Elon Musk é um visionário e, logo quando entrou na Tesla como fundador, investindo US$ 100 Milhões, ele já vislumbrava que o mercado de automóveis iria caminhar para os elétricos, então, o que ele fez foi nada mais do que acelerar esse processo e desenvolvimento do setor por meio de sua alta competência e seus projetos ousados.

Não tem mais volta, o mundo é dos elétricos.

Não há uma grande montadora no mundo que ainda não tenha apresentado um modelo de veículo elétrico a ser lançado até 2030. E se houver alguma que não tenha planos para os elétricos, pode ter certeza de que seus dias estão contados.

Tivemos essa semana a notícia de que Ford Motors está saindo do mercado nacional, mas será que é por que ela deixou de investir em projetos de veículos elétricos?

Sem dúvidas que os veículos elétricos devem fazer parte dos planos das montadoras que desejam permanecer no mercado nacional nos próximos 10 anos. A Ford Motors não está deixando o país por falta de projetos nesse segmento, até porque possui diversos modelos de veículos elétricos ou híbridos, que utilizam motor à combustão interna em conjunto com motor elétrico, em outros países como Estados Unidos por exemplo.

Mas por que então a Ford Motors está deixando nós brasileiros?

O mercado nacional de veículos é um dos que mais possuem impostos no mundo. Com o mesmo valor que pagamos em carros 1.0 de entrada, é possível comprar modelos de luxo em outros países, isso dificulta a importação de modelos mais sofisticados que por sua vez atrapalha o posicionamento nacional de uma grande empresa como a Ford Motors.

Se somarmos a isso, com a entrada de montadoras como a Hyundai, que há menos de 10 anos entrou no mercado nacional, e que no último comparativo de vendas que tivemos em 2020 já havia passado a Ford Motors, conseguimos imaginar o desafio a ser enfrentado nos próximos anos. Com isso, concluímos que as políticas nacionais de tributos somados as dificuldades de manter o posicionamento no setor dificultou os planos da montadora no país.

Quer saber mais sobre veículos elétricos? Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *